É um fato comprovado de que estresse e questões emocionais mal resolvidas são fortes fatores que contribuem para a dor, assim como para qualquer outro problema de saúde.

Eles deixam os músculos tensos, obstruem a respiração (ou seja, menos oxigênio no corpo, pior nossa saúde) e liberam em quantidade exagerada os hormônios para nossa proteção, tal como a adrenalina.

Eu uso sempre a técnica da EFT (Acupuntura Emocional) como ferramenta ideal para trabalhar a dor. Isso porque ela ativa os dois lados: corpo e mente. Eu sempre brinco, dizendo que a EFT serve tanto para tratar uma dor no braço quanto para uma dor de cotovelo.

Seguem aqui os três passos para aliviar o estresse e equilibrar seu estado emocional, trazendo equilíbrio e a cura para a dor:

Vale relembrar que exercícios em vídeo são genéricos e não poderão ir a fundo na raiz do seu problema individual. Para traumas mais sérios, vale a pena investir mais em você. Procure conhecer a EFT em um curso, para se auto aplicar, ou busque a ajuda de um terapeuta de EFT.

Passo #1: o que está te preocupando?

À parte de algum problema físico para a dor (Nesse caso, busque ajuda de um médico), tente investigar o que poderia estar lhe causando estresse, ou ainda, que emoção você guarda dentro de si e ainda não digeriu.

Pode ser que você não descubra a causa logo de imediato, mas dê seus palpites. Isso vai fortalecer sua intuição e considere tudo ou qualquer memória que vier à cabeça. Você pode até se espantar em descobrir que certas situações passadas que, racionalmente pensando, são irrelevantes, podem ainda estar atiçando medo e insegurança dentro de você.

Pode ser que apareçam várias lembranças ou pistas do que poderiam ser a causa. Eu sugiro que as anote em uma lista. Não importa se a lista for longa.

Passo #2: o processo para reduzir esse estresse

Se pudermos acabar com tudo o que está nos causando estresse e digerir tudo que ainda guardamos por dentro, seria uma maravilha, não é? Você acredita que conseguiria?

Pois é, comece a acreditar. Determinação e paciência são os ingredientes para uma boa dose de cuidado pessoal. E você merece. Foi por isso que eu lhe sugeri anotar tudo numa lista. Agora é a hora de trabalharmos nela.

Use a EFT para isso. Aborde um a um, cada item da lista, expondo-o e, mais importante, aceitando-o. É assim que a gente faz na EFT: sem resistência, aceitamos que qualquer questão mal resolvida faz parte de nossa vida e que se agora sofremos as consequências, na forma de uma dor ou doença, é a melhor maneira que nosso inconsciente achou para se defender disso.

Parece um paradoxo, mas só resolveremos um problema se primeiro o aceitarmos. A nossa tendência é sempre rejeitar (por exemplo, eu tenho essa dor e quero me ver livre dela).

Com a EFT você vai dissolvendo o peso negativo que você carrega.

Passo #3: escolha relaxar

Mais fácil falar do que por na prática, você agora conseguiria relaxar?

A ideia é tirar o peso negativo que você ainda carrega em seu inconsciente e poder passar uma nova mensagem: de que agora está seguro, de que você não precisa mais sentir esse estresse e não precisa mais viver sob muita adrenalina.

E esse é o terceiro passo da EFT. Conseguir escolher um novo local seguro para os seus casos passados. Somente assim, sentindo-se em segurança e com as questões passadas agora digeridas, você conseguirá se livrar das dores.

Lembre sempre, você tem o poder de curar sua vida!

Use o exercício abaixo como exemplo, para então trabalhar em cada item de sua lista. Desejo todo o sucesso.

 

 

 

 

Comentários