Volto novamente a comentar essa questão, que é tão importante e muitas vezes tão mal compreendida.

Você quer se curar do quê? Aposto que, por mais que sua vida esteja boa, você sempre terá uma esperança em resolver ou melhorar algum aspecto dela.

Seja algo simples, como um incômodo e uma pequena dor no calo do pé, ou seja um grande fator estressante, como a falta de dinheiro, estamos sempre desejosos de uma cura para nossos males.

O que pouco nos damos conta é que a cura está dentro de nós mesmos, apesar de ansiarmos que ela venha a nós, como se fosse um milagre externo.

A verdadeira cura se dá no momento em que nos sentimos seguros e em equilíbrio, donos de nossa própria vida. Situações e incidentes passados podem repercutir em nosso estado de espírito e nos influenciar nesse estado de insegurança.

E com isso, ficamos estressados, fracos, desesperados ou até doentes. Mas existe também o outro caminho, que pode ser o caminho menos percorrido, mas é o caminho da força e da cura.

Você está pronto a escolher esse caminho? Há muitas possíveis razões para ainda não estar pronto. De alguma maneira, o inconsciente acredita que se resolvermos tal problema, poderemos correr um risco.

Vale agora aliviarmos esse peso do passado, usando técnicas da psicologia energética, como a EFT, por exemplo. Para então nos sentirmos seguros e fortes o bastante, e afirmarmos com convicção: eu escolho a saúde, o vigor, a força e o amor!

Você só tem a ganhar se escolher esse caminho. Ele é seu, você o merece e você tem esse poder de cura. Vale a pena tentar.

Segue aqui um breve exercício de EFT a respeito. Você pode me seguir durante a sequência, ou usar suas próprias palavras. O importante é sentir-se bem para trilhar esse caminho.

 

 

 

Comentários