Todos nós, em algum momento da vida e em maior ou menor grau, já tivemos aquela sensação de estar abandonado, implorando por afeto ou achando que ninguém o ama.

Esse sentimento de falta de afeto acarreta tristeza, depressão, estresse e muitos outros problemas de saúde.

A boa notícia é que todos nós temos a capacidade de ter mais amor e afeto na vida.

Você pode achar que precisa dos outros e que não sente esse carinho alheio. Isso está correto até certo ponto. Porém, para deixarmos de lado esse sentimento de abandono e carência, a solução passa pelo amor próprio.

E o que faz com que a gente não tenha esse amor por si próprio?

É fruto de feridas que vêm do passado, provavelmente da infância. É nessa época que criamos nosso sistema de crenças e implantamos nossos problemas raízes.

A maneira como começamos a ver o mundo e como fomos tratados por nossos pais, familiares e superiores moldaram nossa personalidade de agora, quando inconscientemente nos achamos indignos do respeito e amor próprios.

O resultado é essa compulsão por precisar se sentir querido e aceito pelos outros.

Para sarar essa ferida, é necessário tratar todos esses traumas e dar um novo significado ao passado e à vida.

A EFT se mostra uma ferramenta fundamental nesse processo. Ela encara a situação de frente e reforça a mensagem que apesar de tudo, nós nos aceitamos e nos amamos incondicionalmente.

O Tapping ajuda a tirar essas crenças impregnadas no inconsciente e nos capacita a fazermos a boa escolha de poder sarar a ferida e ter mais afeto na vida.

Convido você a fazer esse exercício de EFT para o sentimento de carência afetiva que está no vídeo abaixo. E se você quiser se aprofundar ainda mais para sarar todas as suas feridas, o melhor é aprender a EFT em um curso. Veja detalhes aqui.

 

 

Comentários