Podemos estar passando por questões difíceis, e no meio dessas crises perdemos o equilíbrio e a clareza necessários para resolver a situação.

No momento, tenho recebido muitos pedidos para que aborde e crie um exercício de EFT para ajudar a aliviar a aflição criada pela crise política e econômica que o Brasil está passando.

Particularmente não gosto de citar o tema, muitas vezes criamos com isso um estado de espírito apocalíptico. Afinal, sempre estamos em crise. Nos altos e baixos da vida, o ideal é buscarmos o equilíbrio.

Eu costumo sempre citar o exemplo que se você ler um jornal de cem anos atrás, verá manchetes alarmantes de um mundo em crise. Isso sempre foi assim, e sempre será. E não deixa de ser uma grande crença limitante.

Muitas das crenças têm seu fundo de verdade, mas não deixam de ser limitantes. A crise brasileira atual é uma grande verdade e pode estar acima de nosso controle em resolvê-la. E isso nos cria um sentimento de insegurança e desespero, mas não deixa de ser um grande problema limitante.

Não é por isso que vamos nos paralisar. A nossa reação ou resposta para a crise é a chave para como sair disso ileso. O equilíbrio emocional nesse momento nos fará muito melhor do que o pânico. Essa ansiedade extrema, apesar das circunstâncias, é bastante prejudicial e não nos deixa ver uma saída.

É o que eu chamo de “modo de sobrevivência”. No primeiro sinal de perigo, nosso inconsciente entra em alarme e congela tudo dentro de nós que não seja essencial para a defesa. Por exemplo, em condições normais, se você sentir fome, você tomará alguma atitude para comer. No entanto, digamos que nesse momento você estivesse sendo atacado por um tigre. É óbvio que você iria sair correndo e nem pensaria no que comer.

Infelizmente, interpretamos muitas situações de nossas vidas como um sinal de perigo. No fundo, apesar de parecer, grande parte de tais questões não é perigosa, mas assim a interpretamos e nos congelamos perante o suposto ataque.

Aquietar a mente para poder encontrar o equilíbrio e o caminho do meio é essencial nesse momento. E a EFT é uma ótima técnica para nos ajudar nisso. É muito provável que a EFT em si não vá conseguir arrumar o caos criado fora de nosso controle. Mas, com certeza, ela pode mudar a nossa maneira de como vemos o problema e nos incentivar a uma solução pessoal.

Dizem que crise, no idioma chinês, é sinônimo para oportunidade. No meio de toda a confusão para a crise, por que não tomar proveito de uma mudança para melhor?

Segue um exercício de EFT para ajudar nessa transformação.

 

 

 

Comentários