Continuando com a apresentação dos 5 PASSOS PARA VIVER BEM, hoje eu apresento o segundo passo, que é Aceitar-se. Se você ainda não viu o primeiro passo, que é a Gratidão, sugiro que também veja o exercício aqui nesse link. Auto aceitação é importantíssima na vida. É um conceito muitas vezes negado, talvez por questões culturais. A tendência é se rejeitar, como, por exemplo, “Como eu posso me aceitar se eu cometi esse erro?”. Ou talvez seja até uma questão do ego, como, por exemplo, “Como eu posso me aceitar se tenho 25 quilos a mais do meu peso desejado?”. Assim pensamos erroneamente que se eu aceitar essa situação, eu vou me acomodar e não vou mudar. E eu quero mudar! Mas é aí que está o segredo. Enquanto a gente nega, existe resistência. E a resistência impede a mudança. Ao passo que, no momento em que você se aceita como é, aí... Leia Mais
É normal termos nossos altos e baixos na vida. Nos sentimos bem quando estamos no alto e provavelmente nos sentimos arrasados quando estamos no fundo. Mas qual o ideal? Perfeito seria não se deixar levar nem pela felicidade, nem pela dor, nem sucesso ou fracasso. Ou seja, ótimo seria se seguíssemos o caminho do meio, que é o equilíbrio emocional. E como damos os passos para esse equilíbrio emocional? No processo da EFT ativamos nosso corpo físico ao mesmo tempo em que entramos em contato com as emoções. O físico é ativado através do tapping, ou seja, os leves toques em certos pontos energéticos da acupuntura. E o emocional através da conscientização do que acontece por dentro de nós. Essa combinação entre corpo e mente é o trabalho da EFT. Ela faz parte de um conjunto de técnicas da psicologia energética que estão na vanguarda dos processos de cura exatamente por isso. Dificilmente teremos benefício... Leia Mais
Segue abaixo um exercício de EFT para quem se sente depreciado e sem vontade própria. Muitas vezes você pode se ver com a autoestima lá em baixo, sem acreditar muito em si e nem mesmo encontra coragem forte para dizer não quando acha que deveria. Você algumas vezes se sente como mais uma ovelhinha no rebanho, sem ter personalidade própria? Para resolver esse caso, é necessário ir à causa, que sem dúvida alguma são situações passadas que você interpretou como constrangedoras e com muita imposição. Tais acontecimentos influenciam e formam nossa maneira de ser e viver no presente. Como a gente se formou, como a gente cresceu, tudo se deve a fatos e pessoas que nos coagiram assim. No fundo, é o peso do julgamento: dos outros e, principalmente, de nós mesmo. O ideal para que esse exercício dê bem certo é se você puder fazer uma lista de tudo o que se lembra do... Leia Mais
É da natureza humana o desejo de esconder, do mundo e de si próprio, qualquer sentimento, lesão ou sintoma que possam parecer uma anomalia. Baseando-se em crenças e conceitos, julga-se algo como feio ou errado e tenta-se descarta-lo. Dá-se o nome de Efeito Sombra a essa parte do ser que é comparada, julgada e banida da vista. Algo que se considera ruim e que não deve ser aceito, seja até uma simples dor. Como varrer a poeira para debaixo do tapete, a tentativa é tirar da vista aquilo que aparentemente não está de acordo. E para isso utiliza-se sempre a comparação com algo que seja o ideal. No fim, você próprio, vítima desse estresse da rejeição, passa a querer descartar a si mesmo(a), em parte ou até em todo. E como fazer para voltar a aceitar essa parte rejeitada? Afinal, o bom e o mau, o claro e o escuro, são percepções duais,... Leia Mais
Você se sente como se estivesse se boicotando? Algo impede de ser quem de fato você pode ser? Algo te deixa bloqueado(a)? Sem auto confiança e sem acreditar em seu potencial? Pois é, você não está sozinho(a) nessa história. De certa forma, todos nós temos nossos altos e baixos e não conseguimos dar o máximo, por mais que tentemos. E chega ao final do ano você começa a refletir, talvez querendo descobrir o que está te prendendo ou o quanto está perdendo. Com isso vem as inevitáveis crises: de culpa, de tempo perdido ou até de desespero. Tudo porque você acha que está desperdiçando tempo e energia e não consegue mostrar seu brilho e potencial. Eu digo “você acha” porque no fundo você tem um brilho próprio, mas não consegue reconhecê-lo agora. Isso porque você criou uma autoimagem que talvez não reflita quem você é de verdade. Uma autoimagem baseada em uma autoestima... Leia Mais
Quantas vezes você já se criticou e tentou calar sua voz interna? Aposto que inúmeras vezes por dia, não é? Em seu mundo de conceitos e valores, certas situações podem parecer inaceitáveis, principalmente no que se diz respeito a você mesmo(a) e à sua vida. E tudo no fundo se resume à famosa máxima: “eu não sou bom!” Isso se deve a inúmeras crenças que vamos adquirindo na vida, como por exemplo: “eu não consigo ter uma vida que eu quero”, “não consigo ganhar dinheiro” ou “não consigo emagrecer”. E aí você fica em conflito, criticando a si e o mundo em sua volta. E o mais interessante é que o que você imagina, você percebe como realidade. A “verdadeira” realidade é sempre outra, mas dificilmente você a vê. Será que você não vê o mundo real? NÃO, nós sempre criamos uma imagem distorcida, de acordo com nossa visão. E esse nosso crítico interno existe para ralhar... Leia Mais