Como superar o medo de falar em público com a EFT

Em algum momento de nossas vidas teremos que nos apresentar em público, seja em uma palestra, uma reunião ou uma apresentação de vendas. E se sofrermos de pânico na hora? Se encarada numa situação dessas, grande parte das pessoas irá suar frio e gaguejar. O medo de falar em público é bastante comum e atrapalha bastante nossa carreira e mesmo nossa vida.

Devemos primeiramente identificar os sintomas imediatos, aqueles que nos fazem sentir desorientados, ruborizados, sem controle ou simplesmente envergonhados. Isso porque o nível de adrenalina sobe, e temos palpitações, suor e garganta seca. Tudo isso ajuda para que tenhamos ainda mais medo.

Começamos com a EFT padrão para cada caso. Vale dizer novamente que precisamos agir com paciência e tratar ponto por ponto. Imagine que você está para falar em público e verifique os sintomas emocionais que possam aparecer. Para cada aspecto que possa aparecer, veja como você se sente e tente dar uma nota de 0 a 10. A partir daí, comece a fazer a EFT padrão.

Ponto do caratê:

Mesmo que eu sinta meu coração palpitando e que eu esteja suando muito, eu me aceito profunda e completamente.

Mesmo que meu coração esteja batendo muito forte e que eu me sinta tonto, eu me aceito como eu sou e como eu me sinto.

Mesmo que eu tenha esse sentimento de medo de falar em público, eu me aceito como eu sou e como eu me sinto.

E agora podemos fazer a rodada, falando uma frase lembrete em cada ponto a ser tocado:

Sobrancelha: meu coração está batendo forte

Lado do olho: eu não gosto desse sentimento

Embaixo do olho: não consigo respirar direito

Embaixo do nariz: tenho medo

Queixo: sinto que não tenho controle

Clavícula: meu coração está batendo muito rápido

Embaixo do braço: estou suando

Topo da cabeça: tenho essa sensação de medo

Tente agora imaginar a mesma cena e tente medir novamente o sentimento. Ela abaixou? Está igual? Faça mais rodadas até que você sinta que não tem mais palpitações ou suor frio. Enfim, até que você se sinta seguro e sem medo. Tente ser o mais realista possível, veja-se dentro da cena, subindo em um palco para falar ou tendo que falar na frente de seu chefe ou professor, etc. Tente ver cena por cena, e trabalhe cada aspecto que possa aparecer.

Um sentimento bastante comum para quem tem medo de falar em público é o medo de ser julgado ou criticado. Um simples bocejo de alguém na platéia ou uma risada de alguém já pode desencadear a idéia de que você está sendo criticado e mal apreciado. Pode ser que esse medo tenha implicações em algum evento passado e que você esteja traumatizado por isso. Tente se lembrar de algum evento semelhante no passado, seja em algum momento de falar em publico ou seja em algum incidente entre familiares ou amigos.

Portanto, ao pensar que você está sendo criticado ou julgado, o que e onde você sente isso em seu corpo? Na escala de 0 a 10, quão forte é esse sentimento? A partir daí, comece novamente com a EFT.

Exemplo:

Ponto do caratê:

Mesmo que eles riam de mim e que isso me deixe bastante nervoso(a), eu me aceito como eu sou e como eu me sinto.

Mesmo que eu saiba que eles vão me julgar, eu me aceito profunda e completamente.

Mesmo que eu saiba que eu vou ser julgado(a) e criticado(a) não importa o que eu fale, e eu posso sentir isso em meu peito, eu me amo e me aceito profunda e completamente.

Agora, comece a bater nos pontos, falando a frase lembrete:

Sobrancelha: eu não gosto quando sou criticado(a)

Lado do olho: eu sei que eles vão me julgar

Embaixo do olho: tenho medo até de abrir minha boca

Embaixo do nariz: tenho medo de falar

Queixo: me dá um branco e eu me esqueço do que tenho que falar

Clavícula: eu não consigo aceitar a crítica

Embaixo do braço: tenho muito medo de ser exposto(a)

Topo da cabeça: não consigo ser mais criticado(a)

Faça as rodadas até sentir que o sentimento tenha abaixado. Tente pensar na situação de ser criticado(a) e veja se realmente o sentimento abaixou. Continue até não ter mais medo algum de ser criticado(a).

Voltando às implicações com algum evento passado, tente fazer alguma ligação de seu passado com o medo atual de falar em público. Houve algum incidente que você tenha sido humilhado(a) em público? Você se lembra da cena? E de como você se sentiu?

Tente se lembrar de algum evento específico e trate com a EFT. Se houver mais que um, trate cada um deles por vez. Tente ver os detalhes, de quem disse algo negativo para você, ou o que foi falado que feriu tanto você, ou onde e quando aconteceu isso. Quanto mais específico(a) você for, melhor.

Para fazer a EFT, tente imaginar o momento e a situação, e veja agora (não naquela época, mas agora) o que você sente a respeito, e dê uma nota na escala de 0 a 10.

Ponto do caratê:

Mesmo que eu esteja traumatizado(a) por causa disso, eu me aceito profunda e completamente.

Mesmo que isso que aconteceu mudou a minha vida de maneira negativa, eu me aceito como eu sou e como eu me sinto.

Mesmo que eu nunca tenha me recuperado desse incidente, eu me aceito como eu sou e como eu me sinto.

Sobrancelha: isso me deixou traumatizado(a)

Lado do olho: eu nunca esqueci esse trauma

Embaixo do olho: foi algo que me bloqueou

Embaixo do nariz: sinto medo com o que aconteceu

Queixo: todo o meu corpo se lembra desse trauma

Clavícula: é por isso que agora eu tenho medo de falar em público

Embaixo do braço: é por isso que não quero me expor de novo

Topo da cabeça: eu fiquei com muito trauma.

Tente se lembrar do incidente de novo e veja de acordo com a nota anterior se o peso emocional baixou o ainda ficou igual. Faça mais rodadas até sentir que o medo não existe mais. Também, faça as rodadas para cada aspecto que esse evento possa ter.

Comentários