Como encontrar o par ideal ou manter acesa a chama do amor com a EFT

Cada vez fica mais evidente a dificuldade em encontrar o(a) parceiro(a) ideal. Mais ainda, em manter acesa a chama do amor. Muitas pessoas se frustram na interminável busca do amor compatível. Outras se frustram por terminar um relacionamento ou por somente ter casos infelizes.

Sem dúvida iremos buscar apenas desculpas externas para esses problemas. Mas a verdadeira causa são nossas barreiras internas. Não encaramos nossos próprios bloqueios e por isso cometemos sempre os mesmos erros.

Com a EFT, poderemos ter melhor esclarecimento sobre nossas limitações e assim abrir caminhos para encontrar o que podemos chamar de amor da nossa vida.

O que precisamos fazer não é ir atrás do amor, mas primeiro encontrar todas as barreiras dentro de nós que atrapalham e impedem que o amor prevaleça. Uma das principais barreiras é que, de alguma maneira em nosso inconsciente, sempre nos apegamos à pessoa errada.

E por que isso? E bem provável que façamos uma imagem de nosso par ideal de acordo com o que aprendemos de nossos pais. Ou queremos de alguma maneira imitá-los ou rejeitá-los. Por exemplo, pode ser que sua mãe tenha ótimas qualidades mas também seja muito exigente, controladora e ciumenta. É bem possível que você vá se atrair por alguém com as mesmas ótimas qualidades de sua mãe, mas que também seja exigente, controlador e ciumento. Ou então, se inconscientemente queremos rejeitar nossa mãe, iremos encontrar um par que seja muito liberal e que não tenha ciúme algum, mas que ao mesmo tempo tenha péssimas qualidades, contrárias àquelas de sua mãe.

Interessante, não é?

Pense sobre a sua infância e em relação a seus pais. O que havia de negativo neles e compare com os casos em sua vida. Não há alguma semelhança? Por exemplo, se você sentia indiferença e frieza da parte de seus pais e seu par atual tem o mesmo defeito, como você vai satisfazer sua necessidade de aconchego e maior intimidade? E se formos pelo lado da rejeição e buscarmos um par que seja caloroso e muito próximo, iremos com certeza comparar alguma outra falha sua com alguma boa qualidade que havia em seus pais.

E assim, como podemos sair dessa? Se detectamos o lado negativo que havia em nossos pais, que agora queremos rejeitar, mas não conseguimos, então agora é a hora de aplicar a EFT para diminuir esse anseio ou trauma passado.

Em primeiro lugar temos que nos lembrar do passado e ver todos os sentimentos e dores em relação aos nossos pais. O nosso ser jovem, da infância ou juventude, ficou congelado no tempo, e nunca largou a idéia de precisar ser acalentado pelos pais distantes. Usar a EFT para abaixar essa dor antiga faz com que possamos liberar essa parte de nós.

Esse é apenas um exemplo. Você deve adaptar de acordo com sua realidade. Mas se formos seguir esse exemplo, a EFT para isso seria assim:

Enquanto batemos o ponto do caratê, podemos repetir três vezes a frase: Mesmo que meus pais tenham sido muito distantes e eram muito indiferentes para comigo, eu me amo e me aceito profunda e completamente.

E para a frase lembrete durante as rodadas, podemos falar algo como: meus pais eram muito indiferentes, ou meus pais eram distantes, ou eu me sentia muito rejeitado, ou eu precisava de mais carinho, etc. Para que a EFT seja mais eficaz, seja específico e, melhor, tente trazer à mente algum evento específico que exemplifique o que você quer tratar.

É importante notar que ao se trabalhar com os sentimentos antigos para com seus pais, esses sentimentos irão diminuir de peso. E talvez algum sentimento como raiva ou indignação que você possa ter desenvolvido, também vá diminuir. Quando você sentir que o peso negativo já está mais baixo, é interessante colocar essa frase na sua aplicação de EFT:

Mesmo que eu ainda sinta que meus pais eram indiferentes e distantes para comigo, eu escolho perdoá-los.

Continue a aplicar a EFT até que esse sentimento para com seus pais seja quase nulo.

Depois, partimos para a segunda etapa, onde iremos trabalhar naquilo que estamos carentes, desde aquela época com nossos pais. Seguindo o exemplo acima, essa carência é exatamente a atenção, o carinho e a intimidade. É hora de nós próprios curarmos essa ferida e começarmos a valorizar a atenção, o carinho e a intimidade que já existem dentro de nós.

Na aplicação da EFT, podemos começar batendo no ponto do caratê e dizendo assim:

Mesmo que eu não tenha tido esse carinho e afeição como eu desejo, eu escolho agora aceitar com amor e apreciação esse carinho, afeição e atenção que eu tenho dentro de mim e que recebo de fora.

Uma vez tratado essa dor em relação aos seus pais e ter diminuído a carência que havia em você, agora você já terá condições muito melhores de atrair o verdadeiro amor.

Outra barreira muito grande que temos para encontrar o par ideal é o medo de se aproximar e estar com as pessoas certas. Deixe-me explicar melhor. Você pode encontrar alguém sensacional, o(a) parceiro(a) de sua vida. E em seu inconsciente você estará lutando com inúmeros sentimentos contrários. Notem, esses sentimentos não são lógicos, e por isso estão no inconsciente. Mas se eles existem, temos que tratá-los.

Podemos começar a sentir medo de que talvez essa pessoa sensacional possa depois nos deixar, afinal não somos dignos do amor dela. Podemos pensar que somos muito velhos para amar, ou que não somos atraentes, ou que não temos dinheiro, etc. Enfim, as desculpas são tantas que nem ousamos continuar com a relação.

A EFT também pode ajudar nesse aspecto. Primeiro, vamos pensar em como seria o nosso par ideal. Não apenas pensar, mas sim idealizar e imaginar em nossa frente. Como teria que ser esse par ideal? Imagine como você iria se relacionar? Como seria a aproximação? E a reações? Observe então quais seriam as crenças negativas que poderiam estar influenciando. Quais seriam os receios?

Uma vez listado esses receios e sentimentos negativos em relação ao seu par ideal, comece a trabalhar com a EFT. É necessário ser bem específico e tratar cada sentimento por vez. Digamos que você não se acha atrativo(a) à altura do seu par ideal, e que também acha que não é digno(a) do seu amor. São dois sentimentos e devem ser tratados separadamente, seguindo o padrão normal da aplicação de EFT.

Não se desanime. Requer um pouco de trabalho, mas o resultado é totalmente gratificante. Em pouco tempo, você estará livre de vários traumas e limitações que vinham desde a infância e também estará livre para se valorizar e se relacionar com o par ideal.

Comentários