Quando menos se espera, já estamos presos novamente no ciclo de achar defeitos, culpas e desânimos. Tomar o desafio de ser o dono de nossa própria vida é tarefa de herói. Mas já está na hora de buscar esse herói, ou esse buddha iluminado, em nós mesmos, e deixar a banalidade e a imagem de coitado de lado. Se usarmos bem a EFT, ela pode ser uma ótima ferramenta para podermos viver numa boa conosco mesmo e com o mundo. A EFT ajuda a estar mais desperto e ciente que nossos erros levam à perfeição. Só temos a ganhar! Mas sempre há aquela parte de nós que nos puxa para baixo, que não acredita na transformação. E se fizéssemos a EFT para acabar com esse nosso lado negativo, limpando nossas dúvidas e críticas? A boa notícia é que todos nós sofremos esse impasse, em diferentes graus. Eis aqui um exercício para ajudar a nos dar serenidade e controle de nossos pensamentos e, em seguida, de nossa vida. Ponto do caratê: Mesmo que eu não acredite que eu possa estar tranquilo(a) nem mesmo por cinco minutos, eu ainda assim me amo e me aceito profunda e completamente. Mesmo que os outros consigam, eu acho que não é possível para mim. Apesar disso, eu me amo e me aceito profunda e completamente. Mesmo que eu tenha esse lado tão negativo, que não acredite no meu poder de transformação, eu ainda assim me aceito como eu sou e me amo profunda e completamente. Sobrancelha: Eu não acredito que eu possa conseguir. Lado do olho: Não vai ser possível. Embaixo do olho: Tem gente que consegue. Embaixo do nariz: Mas eu não! Queixo: Isso é coisa para os heróis e iluminados. Clavícula: Mas eu fico do outro lado. Embaixo do braço: Sempre desanimado(a). Em cima da cabeça: Sempre buscando a culpa e erro nos outros. Sobrancelha: Não pode ser para mim. Lado do olho: Tem gente que consegue tudo. Embaixo do olho: Por outro lado, parece que eu sou um fracasso. Embaixo do nariz: Acho que não dá mesmo. Queixo: Tem sempre uma parte de mim que me puxa para baixo. Clavícula: Eu não consigo ser o herói nem por cinco minutos. Embaixo do braço: Acho que nessa vida não vai dar. Em cima da cabeça: Não é possível para mim.   Continue um pouco mais… Ponto do caratê: Mesmo que eu tenha medo de encarar a minha vida, eu ainda assim me aceito como eu sou. Mesmo que eu ainda não confie que eu possa mudar e me transformar, eu me amo e me aceito profunda e completamente. Mesmo que eu tenha medo de viver como um herói, e prefira viver no fracasso, eu me amo e me aceito profunda e completamente. Sobrancelha: É difícil largar meu lado negativo. Lado do olho: Minha cabeça gira a mil. Embaixo do olho: Sempre achando coisas ruins. Embaixo do nariz: Isso faz eu me sentir um fracasso. Queixo: Eu precisaria mudar tanto. Clavícula: Como eu posso ser o dono da minha vida? Embaixo do braço: E viver como um herói? Em cima da cabeça: Eu não consigo me ver assim.   Ponto do caratê: Mesmo que eu não consiga ficar cinco minutos em paz, sem me julgar e me culpar, eu ainda assim me amo e me aceito profundamente. Mesmo que meus pensamentos me puxem para baixo, eu me aceito como eu sou. Mesmo que ainda possa estar confuso(a) e agitado(a), eu aceito as circunstâncias como elas são e me amo profunda e completamente.   Sobrancelha: Eu não consigo me controlar. Lado do olho: Parece que não dá mesmo. Embaixo do olho: Isso faz eu me sentir um fracasso. Embaixo do nariz: Mas e se eu pudesse tomar esse desafio? Queixo: E ser o dono de minha vida? Clavícula: Com meus sucessos e fracassos? Embaixo do braço: Eu poderia aprender bastante assim. Em cima da cabeça: Não, acho que não dá. Sobrancelha: Eu vou ser sempre um fracasso! Lado do olho: Mas, e se eu entendesse que todo herói também aprende errando? Embaixo do olho: E se eu pudesse viver a vida de maneira tranquila? Embaixo do nariz: Poxa, isso ainda parece difícil. Queixo: Mas é possível! Clavícula: Pode ser, mas ainda é difícil. Embaixo do braço: Mas todo sucesso requer um esforço. Em cima da cabeça: E se eu me esforçar eu estarei no caminho da perfeição!   Adapte esse exercício para a sua realidade. Todos nós merecemos viver o herói que originalmente somos! Sucesso para todos!  
Facebook Comments Box
Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *