Como fazer a EFT se eu não sinto nada e é apenas uma imaginação abstrata? Você questiona sua dificuldade em imaginar coisas abstratas e manter o sentimento da coisa imaginada. Isso porque você diz que sua concentração se dissipa em segundos. No entanto, eu sempre aconselho a se concentrar no sentimento. Nesse caso, não seria nada abstrato e sim realmente tentar ver o que corre em suas veias. Mas há muitos casos de dificuldade em acessar esse sentimento. Aí então, eu aconselho a “supor” qual seria o sentimento. Pode-se ir por um caminho mais fácil: a ligação entre o tal sentimento e algum sintoma físico. Veja o seu sentimento de frustração e falta de ânimo, e veja se existe alguma ligação com o físico. Por exemplo, “só de pensar na minha situação, me dá um nó na garganta”. Prenda-se a essa suposta analogia, pois ela tem um elo entre o abstrato e o físico. No momento que você identificou esse sintoma físico, tente ver ou sentir, ou cheirar, ou palpar. Pergunte a si mesma se ele tem uma forma, uma cor, etc. Tendo uma ideia física do sintoma, faça a EFT concentrada nesse sintoma físico, e depois de cada aplicação vá verificando se a forma física vai mudando. Ela tende a mudar, e isso tende a causar mudanças no espaço nao-fisico também. Outra maneira de abordar o assunto seria pelo lado cognitivo. Parte da nossa apatia se deve ao que eu chamo de medo. Verifique como é esse medo. Você havia me mencionado que você se exige demais. Oras, o que pode ocorrer com isso é não querer fazer mais nada, com medo de algum possível fracasso. Talvez até tenha tido um fracasso, e agora há o medo de repeti-lo. O mesmo com o medo do sucesso: talvez você não queira ir adiante pois se tiver sucesso isso pode mexer em sua zona de conforto. Então, você pode fazer a EFT tanto para o sintoma físico, até ele ir mudando, como também fazer a EFT para qualquer medo que você tiver.     * * * Tristeza devido à procrastinação e por ela ser difícil de se resolver   Bem, eu não posso vender milagres e dizer que tudo vai se resolver facilmente, mas posso dar o meu parecer e minha experiência através da EFT. Ao contrário da psicologia tradicional. que tenta decifrar o problema e analisá-lo e categorizá-lo, para então poder chegar a alguma saída, a EFT toma o caminho mais simples. Vai pelo sentimento! Em primeiro lugar, o básico: você diz estar triste e aborrecida. Oras, esse sentimento em si é um sentimento paralelo ao verdadeiro problema, mas enquanto persistir dificulta a solução. Lembre-se, na EFT buscamos a solução via o desbloqueio energético. Então, sugiro que você possa tentar fazer a EFT para esse sentimento de aborrecimento. E o mesmo vale para o sentimento de que seu problema é muito difícil de ser resolvido. A EFT não requer que acreditemos na técnica para funcionar. Mas ao mesmo tempo, se acreditamos que vai ser muito difícil solucionar, isso tende a ser contra producente. Também, aconselho a fazer a EFT para isso: “mesmo que eu ache que vai ser muito difícil eu resolver esse problema, eu aceito a situação como ela é e me aceito como eu sou.” E por fim, tratamos o problema em si. Como eu disse, não precisamos analisá-lo e decifrá-lo. Como ele pode ter muitas causas, vamos “comendo” pelas beiradas, indo de causa em causa, sentimento em sentimento. Isso tende a derrubar a tal procrastinação de uma maneira mais rápida do que a gente imagina. É possível ter uma solução rápida? É, na EFT eu já vi muito disso acontecer. Como também é possível que demore um pouco. Mas nada que seja impossível ou demorado demais. E tenho certeza que seu caso não é exceção a isso.     * * * Faça a EFT como se fosse uma conversa consigo mesmo   Legal saber que aquela sessão o ajudou. Tente fazer a EFT como se fosse uma conversa consigo mesmo, não pense muito nas frases e no que dizer. Converse com aquela voz dentro de você, com aquilo que fala por dentro, com os seus aparentes problemas, suas dúvidas e seus obstáculos. Vá fazendo a EFT dessa maneira e em pouco tempo você conseguirá esclarecer muita coisa. Se tiver algum ponto especifico, e realmente não sabe o que fazer, não hesite em me escrever.
Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *