Toda dor física tem fundo emocional? É relativo dizer que toda dor física é de fundo emocional. Pode ser que uma grande percentagem das dores tenha fundo psicossomático. Mas, por exemplo, se você der uma martelada no dedo, a dor tem uma causa bem física. No fundo, não importa muito: um problema emocional pode causar uma dor física, como também uma dor física pode acarretar um distúrbio emocional. O que eu posso dizer é que, se você estiver bem equilibrado emocionalmente, a dor terá um peso bem menor. Diferente de alguém que, ao levar a martelada, fica se achando o coitado, que tudo para ele dá errado ou que ele vai sofrer muito por causa disso. Tal reação emocional vai acarretar maiores problemas emocionais e consequentemente físicos.   Qual a causa do mal físico em recém-nascidos ou bebês? Bebês e crianças, de modo geral, não entraram em contato com os sentimentos de maneira tão ampla quanto os adultos. Uma criança não tem o estresse do tempo: ela não se lamenta com o passado e muito menos anseia o futuro. E por isso a criança pode ter a dor física e o sentimento de se proteger, mas nunca a ansiedade do tempo, que é a causadora enorme de emoções. Meu filho, quando tinha 21 dias, teve uma crise repentina de hérnia e gritava de dor. Lógico, um certo defeito de fabricação. Algo errado na gestação, que só se consertou com uma rápida operação. Pode ter sido um problema emocional gerado pelos pais, principalmente pela mãe, que o carregou nove meses no ventre, e o amamentava. Pode ser? Pode. E o mesmo posso dizer se uma criança que sofre alergia ou asma. Isso ainda é mais claro, pois alergia e asma são tipicamente emocionais. Por isso, para se tratar uma criança com esses problemas, é sempre bom tratar os pais! Mas eu prefiro não afirmar nada concreto sobre isso, pois pode ficar no plano teórico, assim como dizer que é karma de encarnação passada, por exemplo. Prefiro apenas olhar que “é possível que tenha uma causa emocional”. No caso de um problema como asma, alergia ou deficiência de aprendizado em uma criança pequena, entendo que tenha muito a ver com os pais, e que se deve tratar os pais em primeiro lugar. E, posteriormente, a criança ou bebê.   Problema da solidão Você diz que seu maior problema no momento é se sentir sozinha, que não consegue atrair a atenção dos homens e se sente pouco atraente e até invisível. O que poderia estar causando isso? Oras, sem dúvida esse é um problema de auto estima baixa, que possa ter sido causado por vários fatores do passado. E a própria aplicação da EFT poderá fazer esse trabalho de “investigação” e melhorar o estado de espírito. O ideal é buscar ajuda de alguém mais, que possa dirigir a sessão, pois é difícil ser doutor e paciente ao mesmo tempo. Mas isso não impede de usar a auto aplicação de uma maneira externa e aos poucos se esclarecer e “limpar” a carga emocional. Uma aplicação básica seria assim: “Mesmo que eu me sinta só, não me sinta atraente, me ache até mesma invisível, estou aberta à possibilidade agora de encontrar a razão de minha auto estima baixa e resolver mudar a minha vida.” Apesar de genérico, esse exercício tende a trazer tranquilidade e maior ânimo. No entanto, é diferente de um trabalho mais profundo, onde se chega à causa e se é capaz de resolver o problema pela raiz. Para se ter bom efeito com uma aplicação genérica assim, aconselho ser persistente e fazer o exercício pelo menos por cinco minutos duas vezes por dia. Isso a ajudará bastante em seu caminho de auto descoberta e liberdade das amarras.
Facebook Comments Box
Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *