O Caminho da Cura 5 – Eu também mereço saúde e prosperidade

O Caminho da Cura 5 – Eu também mereço saúde e prosperidade
No caminho de seu aperfeiçoamento, ou cura, como eu gosto de chamar, você sempre irá deparar com a sua autoimagem. É como você se vê, e por sua vez, como vê o seu redor. E, na maioria das vezes você não vai gostar do que encontra. A gente se policia, se culpa ou até se massacra, por não ser aquela pessoa ideal que gostaria de ser. Ao mesmo tempo em que você quer se curar, existe uma voz interna, o tal do crítico interno, muito forte dizendo coisas como “eu não tenho jeito” ou “eu fiz aquilo de errado, e por isso…” Estamos sempre nos julgando e criticando por aquilo que não gostamos em nós e esquecemos ou nos cegamos em encontrar o verdadeiro amor interno e o sentimento de gratidão. Isso porque nos esquecemos de apreciar a essência e nos deixamos levar por questões passageiras da vida. E qual é a sua essência, se não amor, compaixão e apreciação em supremacia? É como o exemplo que eu sempre dou: ao observar um bebê, você o aprecia, não importa quantos passos errados e quedas ele possa dar enquanto aprende a andar. E por quê? Porque em essência você sabe que isso faz parte do seu caminho, e que nessa essência, o bebê é luz, felicidade e energia, e você o incentiva. E por que não fazer o mesmo conosco? Você pode argumentar que o seu tempo já passou, que agora já é tarde, que não tem mais jeito… Dá para perceber o quanto você está se massacrando e esquecendo-se de sua essência? Assim como você pode estar pleno de compaixão com um bebê, por que não ter compaixão com você também? E por que não se deixar levar pela essência? Eu sou saúde abundante Eu sou gratidão Eu sou o perdão Eu sou felicidade Isso é a essência. São valores que já existiam em você no momento que você nasceu, e ainda permanecem em você. Talvez agora escondido. E é por isso que você também é digno e merecedor. Em nosso caminho da vida, podem ter acontecido certas situações que criaram obstáculos em você e que agora não deixam você ser livre. Algo lá dentro te diz inconscientemente que você não merece ter a cura. Esse é um passo muito importante no caminho da cura. É uma questão de fazermos disso um hábito, de poder chegar ao espelho e poder dizer: eu me aceito do jeito que sou, com os meus erros que vou consertando e eu mereço o meu caminho da cura! Lembre sempre do olhar amoroso e compassivo a uma criança e veja a si mesmo(a) como essa criança também, digna de todo o amor e compaixão. E lembre sempre que o amor supera todos os obstáculos. Podemos fazer um exercício juntos de EFT para ajudar em nosso caminho…    
Related Posts
Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *