A resistência em aceitar a si mesmo(a).

A resistência em aceitar a si mesmo(a).
A regra básica da EFT, para que ela tenha os efeitos desejados, é que precisamos nos entregar e não criar resistência. A auto-rejeição, criada pela auto-estima baixa, é o principal bloqueio para a cura de qualquer problema, seja ele de qualquer natureza. Mesmo que deseje, quem não se aceita dificilmente conseguirá se livrar dos males, físicos ou emocionais. Faz-se necessário aceitar a situação atual e o rumo que a vida o(a) trouxe até o momento. Qual é a frase básica da EFT? Mesmo que eu tenha tal “problema”, eu me amo e me aceito profunda e completamente. E aí está o primeiro grande bloqueio: Como eu posso me aceitar, tendo esse problema? Eu quero fazer a EFT exatamente para me livrar do problema, e aí então poder me aceitar. Mas a EFT diz que eu tenho que me aceitar antes de tudo, mesmo tendo esse problema! Enquanto não houver esse consentimento de si mesmo(a), ou auto-entrega, dificilmente haverá a abertura para a cura. Não sermos capazes de realmente aceitar nosso eu apesar dos aparentes problemas é a forma mais comum de resistência, que cria um conflito psicológico dentro de nosso inconsciente. Dessa maneira, estamos nos fechando e não querendo nos aceitar como aquele(a) que de fato somos ou pela situação que de fato estamos passando. Com essa atitude, a mudança fica muito difícil. Lógico que podemos pensar que, uma vez que aceitemos nossa situação atual, isso quer dizer que estamos nos enganando e sendo condizentes para viver com o problema e não vencê-lo. Isso é um engano muito comum e faz com que, ao contrário do que possa parecer, não consigamos resolver o problema. Estaríamos sendo complacentes conosco mesmos se apenas admitimos ter certo “problema” e de que está tudo bem assim mesmo. Mas se, ao mesmo tempo que admitimos o caso, estamos abertos e entregues para resolvê-lo, então isso cria uma vibração totalmente diferente, capaz de mudar nossa percepção sobre o caso em si e fazer com que a energia comece a fluir livremente. Mas o que fazer quando “temos” que falar a frase da EFT, de que nos aceitamos e nos amamos profunda e completamente, enquanto que na verdade temos um enorme bloqueio em nos aceitar? Esse é o primeiro problema a ser tratado. Por exemplo, você talvez queira fazer a EFT para parar de fumar, mas se, ao falar a frase padrão, você se vê no dilema de que há algo mais profundo, e que você tem dificuldade em se aceitar como é? Então, o primeiro passo é trabalhar na auto aceitação, antes de tentar parar de fumar. Eu sugiro que, ao invés de repetir a frase “eu me amo e me aceito profunda e completamente”, que só criará mais conflitos dentro de si, você deva mudar essa frase para refletir a sua realidade. Por exemplo, tente falar: “Mesmo que eu tenha dificuldade em me aceitar, porque eu (sou assim ou assado/tenho isso ou aquilo), eu ainda assim me abro à possibilidade de vir a entender quem eu sou e chegar a me aceitar de qualquer maneira.” Que tal? Uma frase assim fica bem mais assimilável e aberta para a mudança da energia. Outros exemplos: “Mesmo que eu não consiga me aceitar como eu sou, entendo que isso é um grande desafio para mim e que estou fazendo o melhor possível para eu entender a situação e chegar a me aceitar.” “Mesmo que eu tenha grande dificuldade em me aceitar e me amar, estou aberto(a) à possibilidade de aprender a me amar e aceitar tudo o que existe em mim.” “Mesmo que eu tenha essa grande resistência dentro de mim em me amar e me aceitar como eu sou, escolho o caminho de ficar em paz comigo mesmo(a) e chegar a me aceitar da maneira como eu sou.” “Mesmo que eu tenha essa grande dificuldade em me amar e me aceitar, aprecio o fato de eu estar aqui, tentando me abrir, sabendo que isso é tão difícil para mim.” Frases como essas ajudam enormemente para romper as barreiras de nosso ego. Isso pode trazer a mudança vibracional para que então possamos resolver o problema original que nos levou à EFT. Apenas peço atenção e cuidado em trabalhar com esse tema, pois a não aceitação de si mesmo(a) pode denotar traumas passados mais profundos. Se for o caso e você achar conveniente, busque ajuda de um profissional, fazendo algumas consultas. Se quiser continuar por conta própria, na auto-aplicação, tente não entrar nos detalhes desses traumas, pois pode ser muito doloroso e não será produtivo. Apenas seja persistente, tentando se sintonizar no problema de não aceitação e falando frases como essas acima. Com o tempo, o sentimento negativo da não aceitação irá se desmoronar. E uma vez que nos aceitamos como somos e nos amamos profunda e completamente, estaremos nadando a favor da correnteza, e entramos em sintonia com o Universo. Caso tenham alguma dúvida a respeito, não deixem de me contatar.
Related Posts
Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *