Como Controlar as Emoções no Dia a Dia

Como Controlar as Emoções no Dia a Dia
Quem já não se deixou levar pelas emoções? Em certo momento estamos irritados, com raiva, para logo em seguida sermos dominados pela culpa ou tristeza, e nos sentirmos feridos. Essa salada de sentimentos toma forma em nossas vidas, tudo porque nosso inconsciente interpreta certas atitudes como um ataque à nossa segurança. Ao invés de nos sentirmos em um porto seguro, ativamos nossos hormônios de defesa, como a adrenalina ou o cortisol. Com isso, ficamos tensos e estressados. A dieta perfeita para ficarmos doentes. Quando somos tomados pela emoção, reagimos de duas maneiras distintas: ou suprimimos a emoção ou estouramos logo de cara. Quando há o estouro, jogamos tudo a perder. Literalmente queremos quebrar tudo. E com isso quebramos relacionamentos, que dificilmente poderão ser consertados por completo. Quando suprimimos as emoções, muito provavelmente não conseguiremos digeri-las. O resultado disso, a médio ou longo prazo, será a somatização em alguma doença física e muito mal estar. Emoções não são más nem boas. Elas existem dentro de nós e não podemos simplesmente rechaçar as más emoções e acatar somente as boas. O bom e o mau fazem parte da vida. O problema é que não sabemos como controlar as emoções. Ou melhor, não sabemos com equilibrá-las. A EFT é uma ótima ferramenta para esse equilíbrio. Seu próprio nome já diz: EFT é a sigla em inglês para Técnicas da Libertação Emocional. A EFT também é conhecida por Acupuntura Emocional. Isso porque se baseia nos conceitos dos meridianos da acupuntura chinesa e seus pontos de energia. Enquanto ativamos as energias do corpo dando toques dos dedos (Tapping) nesses pontos da acupuntura, usamos certas técnicas da psicologia moderna. Os resultados são surpreendentes. Com a EFT não deixamos as emoções tomarem conta. Não estouramos mais e tampouco as suprimimos. Com a EFT podemos equilibrar as emoções, para trazer paz, harmonia e saúde à vida. Eu recomendo ir mais fundo na prática dessa técnica, pois há muito a ganhar. Me acompanhe nesse exercício em vídeo e experimente por conta própria.   clique na imagem para ver o vídeo    
Facebook Comments Box
Related Posts
Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *