Já está mais do que comprovado o efeito de cura da gratidão. Ser grato é um poderoso modo de abrir o coração, acalmar a mente e acabar com o medo.

Porém, hoje quero falar sobre um outro tipo de gratidão. Um aspecto da gratidão bem menos falado e muito menos compreendido. E mostro no vídeo abaixo um exercício de EFT para nos ajudar nesse processo.

O tema é ser grato para consigo mesmo. Ser grato por tudo o que você mesmo faz para o seu bem.

É comum mantermos uma lista da gratidão, onde adicionamos a cada dia um item novo que merece nossa gratidão, seja da mais singela beleza da natureza até as pessoas que lhe são queridas. E essa lista também inclui ser grato pelas coisas que nos acontecem de mal, pois é uma grande oportunidade de mudança na vida.

Porém, hoje faremos um exercício de EFT (Veja o vídeo abaixo) para ajudar em romper a grande barreira e sermos gratos para conosco mesmos e por tudo o que fazemos para o nosso bem.

E não é fácil essa auto gratidão, principalmente quando nos deparamos com muitos reveses no dia a dia. Cada problema que surge, parece que ficamos um passo mais longe de poder agradecer.

Através da mente racional, ficamos com medo, achando que está tudo ruim e que pode até piorar no futuro.

Mas, e se fizermos a EFT para equilibrarmos esse medo e então termos a clareza necessária para vermos esse problema como um grande presente?

Poder agradecer a si mesmo em estar saindo da zona do medo e da insegurança e entrando no caminho da cura. Tudo o que nos acontece na vida é para somar em experiência e crescimento.

Concordo em dizer que não é um caminho fácil. Quando nos acontece algo de ruim, a tendência é lamentarmos por isso, muitas vezes até culparmos alguém por isso, e de imediato queremos nos livrar disso.

Para não falar da voz crítica, que nos faz lembrar erroneamente que não temos valor e que por isso não merecemos o amor.

A EFT é ótima técnica de autocura, onde aprendemos a tirar o peso negativo dessa voz interna e então nos acolher na auto compaixão, onde aceitamos a posição confortadora e libertadora de nos aceitar. De que, apesar do ocorrido, nós estamos fazendo o melhor que podemos e isso já é bom o bastante.

A EFT traz uma nova visão ou perspectiva, de que, apesar do ocorrido, eu me amo e me aceito assim mesmo. De que eu sou o melhor do que eu posso ser. Com isso, a mente se acalma, e o meu melhor muda a cada dia, para melhor.

Em nosso inconsciente fica gravado a crença negativa de que não podemos nos auto perdoar pelo suposto erro cometido e que por isso tampouco podemos nos amar.

Na EFT aprendemos a nos amar e nos aceitar incondicionalmente.

Com a EFT aprendemos a usar corretamente a ferramenta de poder expressar a gratidão para conosco mesmo. E para isso é importante reconhecer a si próprio e poder valorizar a vida, não importa como seja. Agradeça a si mesmo pelo grande presente que você pode se oferecer, o de poder estar trabalhando em sua própria autocura.

Nesse exercício de EFT vamos aprender a romper a barreira da auto crítica para então aprendermos a nos amar, profunda e incondicionalmente.

 

Facebook Comments